Nossa percepção de mundo e evangelho

Onde estão?

Que dia é hoje?

Abril 2013
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Chorar

Onde estão os que choram?

E os mansos?

Fome de justiça? O que é isso?

Fala sério! Misericórdia dele?

Pacificadores?

 

Não estamos, na verdade, muito menos somos, uma geração disposta a chorar pelos outros. Muitos de nós, inclusive eu em muitos aspectos, já fomos dessensibilizados.

A dor do outro,

O sofrimento daquele,

O desespero da menina,

O clamor da mulher… Já não me faz chorar.

O pior, começamos a achar isso normal.

 

Somos altamente reativos. O que mais queremos é uma oportunidade para esbravejar, para aniquilar o outro e despejar juízos e maledicências. Estamos na verdade mais que prontos para falar e dar respostas de manual. Muito pouco dispostos e ouvir em silencio de alma e coração… Mansidão hoje nos parece ser um “acessório” completamente ultrapassado e desnecessário. Acho que nem sabemos mais em que porta-joias ele está – será que guardamos?

 

Não queremos mais justiça. Ansiamos é por vingança.

Como desejamos ardentemente que os erros de outrem sejam exemplarmente punidos, de preferencia, publicamente. Como temos o prazer de apontar a justiça em eventos catastróficos somente para satisfazer nosso desejo pessoal de vingança.

Será que realmente é assim?

Porque não denunciamos as injustiças ao invés de nos agarrarmos a um sentimento tão deplorável.

 

Misericórdia.

Se ele não é merecedor eu também não sou.

Essa deve ser a voz a pulsar em meu coração quando vejo alguma pessoa que, meu fariseu interior, tenta condenar dizendo que ela não é digna do amor de Cristo.

Quem pode se achar superior ou merecedor de salvação estando debaixo da Cruz?

Ela nos iguala. Cristo nos atrai. Sua misericórdia nos sustenta.

 

Onde anda a paz?

Queremos é sempre um motivo para anular, até mesmo aniquilar, o outro.

Caímos então na pior das armadilhas: usar o Evangelho como forma de justificar barbáries.

Ao criarmos formas de justificar, tentaremos sempre meios de testar nossas justificativas.

Novamente estaremos justificando guerra.

 

Que possamos retornar ao caminho simples.

Ao modelo de Jesus.

Que nEle possamos ser os que choram, os mansos, os que tem fome de justiça, os que clamam por misericórdia e que em nossa caminhada, desejemos sempre a paz com todos.

Anúncios

Tagged as: , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Postagens Radicias

Indico Mesmo





%d bloggers like this: