Nossa percepção de mundo e evangelho

Amigos: descobri a Alegria! (final)

Que dia é hoje?

Junho 2011
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Pronto, agora que sabemos e compreendemos que alegria é algo que somente é possível quando temos Jesus em nós, poderemos então contagiar nossos amigos (e inimigos também) com essa alegria abundante que vem de Cristo.

Neste caso em específico estamos falando para jovens e adolescentes, mais os mesmos princípios aplicam-se para todos independente da idade.

Ninguém melhor para falar com jovens do que outro jovem. Outra pessoa pode até tentar, mas a inserção dela nesse “universo jovem” nessa cultura toda particular e independente será mais difícil e se este conseguir ele sempre será observado como um “estranho no ninho” podendo a qualquer momento perder seu link e automaticamente ser colocado para fora do bando.

Um jovem procura outro jovem para se obter respostas. O adolescente da mesma forma. Eles confiam um nos outros para dividirem suas dúvidas e obter respostas a questionamentos e dúvidas. Junte a esse cenário, uma geração de jovens que através de Cristo, apresentem o amor, alegria e paz (que como vimos anteriormente são frutos da presença do Espírito Santo de Deus em nós). Uma geração realmente comprometida com um evangelismo encarnacional de Cristo – viver o evangelho e modelar Jesus para seus iguais. É para isso que Jesus nos chamou a cada um.

Para prosseguirmos nosso estudo, temos que destacar exaustivamente que só é possível alegria quando falamos e demonstramos Cristo. Vemos isso em Atos 8. A igreja estava sendo perseguida. Estevão tinha acaba de ser sepultado. O momento era bastante delicado e arriscado para de testemunhar de Cristo. Porém Filipe, que fora para Samaria, movido por amor (que se desprende de sua própria necessidade) e alegria, falava de Cristo e fazia grande diferença naquela comunidade. E assim “houve grande alegria naquela cidade” (v.8).

Outro aspecto é que quando escrevemos falando, estamos querendo transmitir uma idéia de comunicar o evangelho, ou seja, toda forma de expressar, comunicar o evangelho, sintetizamos aqui em falar. Para entender bem esse conceito de pregação vale usar o que Francisco de Assis disse: “Pregue o evangelho o tempo todo, e quando necessário use palavras”. Essa frase sintetiza como devemos viver. Somente falar (nesse caso é só falar mesmo) do evangelho de Cristo pode atingir algumas pessoas. Porém encarnar o Reino de Deus em nós, viver e transpirar Cristo em todos os nossos relacionamentos é a forma mais eficaz de pregar o evangelho. Quando dividimos nossas vidas com os outros, Cristo que habita em nós e por meio de nós, inevitavelmente fará parte da vida da pessoa que estamos tentando alcançar.

Isso é o evangelho encarnacional. É, assim como Jesus, estar disposto a sujar os pés de poeira e ser “amigo de pecadores” (não para participar e concordar com suas práticas e pecados e sim denunciá-las), ouvir suas súplicas e dúvidas, entender seus anseios e assim poder atender suas reais necessidades. Dessa forma conseguiremos ser relevantes em nossa geração.

Paulo em I Coríntios 9.19-23 nos explica esse modelo encarnacional:

Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele.

Você pode agora estar se perguntando: Então quer dizer que eu tenho que proclamar Cristo no mundo? Mais o mundo não é cheio de pecado e pessoas perdidas? Sim, é isso mesmo. Cristo nos chamou para sermos seus mensageiros e viver sua vida. Em João 17.15-19 vemos Nosso Senhor Jesus deixando bem claro nossa missão no mundo enquanto seus discípolos:

Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.

Cristo aqui nos envia ao mundo e nos alerta que para essa missão devemos nos santificar constantemente na Palavra, que é o próprio Cristo. Logo, somos enviados por Cristo e em Cristo para falar ao mundo dessa alegria que o mundo tanto procura e que já sabemos onde encontrá-la. Por isso podemos sim dizer: Amigos: descobri a Alegria!

Anúncios

Tagged as: , , , , , ,

1 Response »

  1. Essa música é fenomenal!!!
    Muito boa mesmo. Sempre me eleva a pensar na alegria que flui de Deus para nossas vidas!
    Aleluia!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Postagens Radicias

Indico Mesmo





%d bloggers like this: