Nossa percepção de mundo e evangelho

Revendo a Agenda

Que dia é hoje?

Janeiro 2011
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Revendo a Agenda

(baseado no texto de Ariovaldo Ramos)

Mateus 14.12; Marcos 6.31,34 e Lucas 9.10

Marcos 6.34

“Quando Jesus desceu do barco, viu a multidão e teve pena daquela gente porque pareciam ovelhas sem pastor. E começou a ensinar muitas coisas.” (NTLH)

“E Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas.” (ARC)

Durante o ano de 2011, nós a PIBAP, temos como tema: Uma Igreja semelhante a Cristo; aprendendo a servir com o Mestre. Confesso que ao ler este tema, o percebo como um desafio para minha vida, pois estamos falando do Servo em Excelência, e servir igual ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, nos remete a uma auto-avaliação profunda.

Fazendo essa auto-avaliação comecei a me perguntar que tipo de experiência cristã seria mais importante para meu engajamento no serviço cristão? Pensei em vários: arrependimento, conversão, dons espirituais entre outras que podemos catalogar e certamente são conhecidas dos irmãos. Para esclarecer minhas interrogações, comecei então a ler e pesquisar vários artigos e textos e me deparei com um em especial que alimentou minha vida e quero compartilhar com os amados.

A história em que vamos tirar nossa reflexão é bastante conhecida. Temos a mesma passagem sendo citada por três escritores: Mateus 14; Marcos 6 e Lucas 9. Os Evangelhos nos descrevem que a semana tinha sido bastante agitada. João Batista, primo de Jesus, havia sido decapitado. Jesus e seus discípulos estavam em uma espécie de “Congresso”. Seus discípulos iam pelas cidades vizinhas anunciando o evangelho, orando e levando a boa nova de salvação. No final daquela semana Jesus se reúne com seus discípulos e eles animados contam as experiências e acontecimentos durante suas empreitadas. Todos estavam cansados, tanto física quanto emocionalmente. O texto nos diz que o fluxo de pessoas era muito grande e todos eles não tiveram nem tempo de se alimentar durante aqueles dias. Jesus então chama os discípulos para um descanso mais que merecido. À parte, num lugar deserto, do outro lado do Rio, num lugar chamado Betsaida. Então eles pegaram o barco e partiram… Em fim uma pausa para se alimentar, beber água, rir, essas coisas que nos fazem recobrar as energias.

Chegando à outra margem, já havia uma grande multidão. O povo, sedento da mensagem de Cristo, reconheceu que era o Mestre e seus discípulos que haviam entrado no barco e perseguiram o barco pela areia e se ajuntaram na outra margem antes mesmo de o barco atracar.

E agora o que fazer?

Jesus tinha o direito de descansar naquele dia. Vimos que tanto Ele, quanto seus discípulos estavam esgotados. Porém os Evangelhos nos dizem que ao chegar à outra margem e ver aquela grande multidão, quase 5000 homens, fora mulheres e crianças, Seu coração se encheu de pena e a ponto de comparar a multidão como “ovelhas sem pastor”. Ou seja, começava a
“estourar” na cabeça de Jesus questões profundas como:  quem vai alimentá-las? Sarar suas feridas? Limpar sua lã ou protegê-las do perigo? Cristo nesse momento nos ensina algo devastador.

Temos que rever nossas agendas

Quantas vezes lemos este texto e nunca percebemos que Jesus podia naquele dia justificar para toda aquela multidão que Ele estava “tirando um tempo só pra Ele”, ou dizer simplesmente, “mais tarde eu volto, agora vou recarregar minhas energias”. Jesus poderia ter desviado a rota do barco, “desligado o celular” ou mesmo “nem ler emails, ou responder suas redes sociais”. Poderia até mesmo programar uma mensagem automática “estou em férias”. Seria até justificável essa atitude. Afinal, estavam todos cansados e ansiosos pelo descanso já programado pelo próprio Mestre.  A agenda já estava estabelecida.

Mais não, Jesus moveu-se de íntima compaixão e reviu sua agenda. Jesus, mesmo estando cansado, desgastado emocionalmente (lembre-se que seu primo havia sido decapitado), sabendo do desgaste de seus discípulos e da ansiedade dos mesmos por aquele dia de descanso, não agüentou ver aquela cena. Ele abre mão de sua necessidade, que era legítima, para atender a uma necessidade urgente que ali se apresentava. Jesus então começa a ensinar a multidão. Jesus naquele momento “abriu sua agenda”.

Estamos dispostos e rever nossas agendas?

Essa é a pergunta que vem me acompanhado e me “sacudindo”. Será que estou disposto a rever minha agenda? Abrir mão das minhas prioridades e necessidades em favor do próximo?

Porque é justamente a isso que Jesus nos desafia nesse texto: a rever nossas agendas. E rever agenda passa por colocarmos nossas necessidades e prioridades em segundo, para atender a quem mais necessita. É estar disponível para uma necessidade urgente que se apresenta. Isso é “abrir nossa agenda”, Isso é servir. Isso sim é ser um servo semelhante a Jesus. É estar disposto a colocar-se em segundo plano.

Quantas vezes eu (lembrando do texto: “examine-se, pois o homem a si mesmo” I Co 11.28) deixei de ajudar alguém por simplesmente por comodismo. Isso mesmo, quantas vezes passamos por cima da necessidade e angústia dos outros simplesmente por não queremos “nos mexer”, pelo simples fato de estarmos dormentes e insensíveis, ou por acharmo-nos no direito de “não fazer nada”. Isso só porque não queremos rever nossas agendas. O final de semana já está certo, a viajem já está marcada, quinta a noite ninguém mexe… Essas coisas todos nós já fizemos, e com certeza nos pegaremos algumas vezes fazendo.

Sei que nossa vida no mundo contemporâneo é bastante agitada. Temos todos nós, uma jornada tripla, senão quádrupla (trabalho, casa, faculdade, filhos, igreja) e cada vez mais “lotamos” nossas agendas. Mais para servir e cumprir o chamado para o qual nós como igreja somos chamados, devemos fazer igual a Jesus.

`Semelhante a Jesus, devemos abrir nossas agendas

Jesus naquele momento suplantou suas necessidades. Ele atendeu aquela multidão, pois percebia uma necessidade urgente. Algo que não tinha como ser ignorado. Jesus abriu sua agenda. Jesus nos mostra que devemos ter sensibilidade para com a necessidade do nosso próximo e devemos estar atentos a atendê-lo. Temos que rever nossa agenda como fez Cristo.

Enquanto não estivermos dispostos a rever nossas prioridades, enquanto acharmos que nossas agendas são “intocáveis”, não conseguiremos ser um servo semelhante a Cristo. E dessa forma não seremos capazes de atender nosso chamado como igreja.

Você pode esta se perguntando, mais quem irá atender minhas necessidades? Em primeiro lugar: eu como servo, devo atender sua necessidade antes da minha, e o contrário se torna verdadeiro. Logo, estaremos um atendendo o outro. Minha agenda sempre será feita e refeita para atender você. Isso é servir, isso é amor, isso é a graça salvadora de Deus sendo manifesta em nossas vidas através do sacrifício de Jesus Cristo e da presença de Seu Espírito em nós. Em segundo lugar, o próprio Cristo, estará sempre atendendo suas necessidades, o próprio Cristo nos garantiu:

“Não andeis, pois, inquietos dizendo: o que vamos comer… beber… vestir.

Vosso Pai Celestial bem sabe que necessitais de todas essas coisas”  Mt 6.31.32

Por isso irmãos, peçamos a Deus um coração semelhante ao de Cristo. Sensível sempre para perceber a necessidades da multidão que o cercava e disposta a “abrir sua agenda”.

Anúncios

Tagged as: , , ,

1 Response »

  1. Esse texto foi a mensagem que Deus me direcionou para a pregação no culto do domingo pela manhã na PIBAP, Primeira Igreja Batista em Agostinho Porto.

    Que esta mensagem possa falar em seu coração como tem falado para minha vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Postagens Radicias

Indico Mesmo





%d bloggers like this: